Buscar
  • Cecília Garcia

Casa


Às vezes tenho vontade de ter o meu refúgio de novo

Minha casinha, a minha casinha

Por um ano, talvez, para a vida voltar para os eixos

Para ver os amigos, para ter aonde voltar.




Por vezes penso na casinha que eu morava em São Paulo

Que doido seria eu me esconder lá por um tempo?

Coloco um colchão no chão do quarto, uma arara pequena para roupas.

Uma mala grande no chão para guardar as coisas ou uma gavetinha pequena.

Na sala, um colchão de solteiro com pallets ou um sofá pequeno

Uma mesa móvel para apoiar o notebook e só. Sem televisão.

Uma caixinha de som, muitas plantas, quadros, mapas, artes

As minhas artes.


Um tapete gostoso com almofadas no chão.

Na cozinha uma mesa alta, uma geladeira, um fogão pequeno com forno

Uma rede na varanda. E meu tapetinho de yoga.


Mas seriam mais coisas, mais tralhas, contas fixas

Coisas para fazer antes do ir e vir.


Acho que vou continuar escolhendo um local mobiliado para ficar 3 meses e só

(Mas não seria a minha casinha)


Trabalhar bastante durante o dia.

Trabalhar nos meus projetos, na minha vida, nos meus sonhos.

Andar de bicicleta. Fazer yoga no parque.

Encontrar meus amigos de vez em quando.

Ir num barzinho, comer fora e voltar para casa para trabalhar nos meus projetos.

Criar.


Onde eu deveria estar agora? Que parte do mundo eu pertenço?


Eu vejo muitas pessoas com medo de voar. E acho que o meu maior medo é o de pousar.


23 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo